Complicações de piercing

Hoje estou aqui para falar com vocês sobre as complicações do piercing.
A nossa pele impede que bilhões de bactérias, tanto as benéficas que a habitam quanto as maléficas, invadam o nosso organismo. E quando essa barreira é rompida por um piercing, por exemplo, você pode estar criando uma porta de entrada para estes germes.


Alguns locais como a língua e a orelha são mais susceptíveis a complicações, a primeira por ser mais contaminada e a segunda por causa da cartilagem, porém qualquer região do corpo pode apresentar infecções e suas consequências.


Veja abaixo algumas das complicações que o piercing pode provocar:
Na orelha, as mais comuns são queloide, orelha rasgada (quando o piercing engancha em algo) e infecção. A infecção, nesta região, pode “pegar” a cartilagem, fazendo com que ela se deforme, podendo ficar até, em casos graves, com aquele aspecto de orelha de lutador de jiu-jitsu.


Já na língua as complicações mais comuns são infecção, sangramento, alterações dentárias, má higiene bucal e até dificuldades na fala.


E, além disso, o metal utilizado pode causar alergias, assim como existe o risco de se contrair doenças infectocontagiosas como hepatite b e c e até HIV.


Então, se estiver pensando em colocar um piercing, é de suma importância procurar informações sobre o local em que deseja fazer o procedimento, material utilizado, etc.